O ator e poeta Caculeense Carlos Alberto de Souza, mais conhecido como Carlinhos White é estrela no filme Rosa Tirana, do cineasta e roteirista Rogério Sagui.

Publicada: 23/11/2018 13:52

 

 Carlos Alberto de Souza, mais conhecido como Carlinhos White, nasceu em Caculé-Bahia em 13 de abril de 1954, filho de José Umbelino Souza e Idália Souza, professor licenciado em História, fez curso de Teatro pela Universidade estadual do sudoeste da Bahia - UNEB (1998 e 1999), ator, poeta, escritor, diretor do Grupo de Teatro "A Fênix" de Caculé-Bahia, fez inúmeras peças teatrais tais como: Paixão de Cristo, (1997 a 2008), O Coveiro, Elas, Quincas Berro D’Água, Carmem Miranda, O covil, Anos Dourados, produzindo, dirigindo e atuando. Atuou no primeiro filme Caculeense ao lado de atriz Gesy Gesse, Milton Gaúcho, Rosa Rirana do cineasta poçoense Rogério Sagui ao lado de NL D' Goio, Jocimário Kanario, Stela de Jesus, Yan Quadros, Kiara Rocha e José Drumont. Suas primeiras poesias foram publicadas na Coletânea Poetas de Caculé (1970), Brotos da Terra (1971) e Seivas da Terra (1972). Seus livros publicados: O Anjo de Uma Só Asa (poesias-2006), O Bêbado Equilibrista (poesias-2007), Urubu Perolados (poesias-2008), O Anjo está Nu (poesias-2009), Manoel Caculé, O Anjo de Cor Ébano (poesias-2010), O Catador de Estrelas (poesias-2011), Santo do Pau Oco (poesias-2011), Meu Nome é Manoel Caculé (romance-2012). Membro do primeiro Dicionário de Autores Baianos pela Funcultura, Secretaria da Cultura e Turismo do Governo da Bahia, prêmio destaque Literário pela Direc/24 Caetité Bahia, vencedor dos Concursos internacionais de poesias nas Coletâneas Noturno (2011), Liberdade (2012), Concurso Nacional Novos Poetas (2012), participou da Bienal do Livro de São Paulo da Antologia de Poesia, Contos e Crônicas "Nossa História, Nossos Autores" da Edição Comemorativa dos 30 Anos da Editora Scortecci (1982-2012). Antologia de Poesias, Contos e Crônicas "Memórias & Passagem do Tempo. Ganhador da medalha do Centenário Miguel Fernandes, medalha de Melhor Diretor de Tetro pelo Teatro Infantil "Penugem da Fênix” (2014), troféu Melhor ator e Diretor de Teatro (2013 e 2018). Troféu Melhor Ator pela Quadrilha Jacques Carvalho (2017).

Conheça agora um pouquinho do filme que o mesmo participa:

Em setembro de um ano qualquer, em uma terra banhada de sol, durante a maior seca que o sertão nordestino já viveu, pessoas abandonaram suas casas em busca de sobrevivência e água. É nesse lugar que vive Rosa, uma menina de dez anos de idade, que ao ver sua mãe adoecer, os rios secando e o sertão sendo tomado por desesperança, saem em jornada para encontrar Nossa Senhora Imaculada, a rainha do sertão, a fim de lhe entregar uma flor que poderia ser a única a resistir àqueles longos anos de seca, e então a santa realizaria o milagre: fazer chover no sertão. A menina mergulha em uma caatinga fantasiosa, habitada por pessoas e criaturas moldadas pela seca e a sede. Onde a fantasia se mistura com a dura realidade. Elenco: Kiara Rocha, José Drumont, Carlos White, Eliene Goió, Stela de Jesus, Yan Quadros, Jucimário Kanário. Direção de Rogério Sagui e uma equipe majestosa: Tony Soares, João Dias, João Paulo Vilarim, Eliene Goió, Felipe Sobral, Thais Cássia, Júlia Letícia Rocha, Ângela Rodrigues, Daiane Fróis, Adriano Tribal, Tim Borges, Leandro Silva, Rayane Telles, Carlos Camppe, Lilian Almeida, Olavo Luz, Lordes Santana, Carol Amorim, Jocimário Kanário e Carlito Junior.